sábado, 25 de abril de 2009

Os sete sacramentos V - A Reconciliação

«Recebei o Espírito Santo; àqueles a quem perdoardes os pecados serão perdoados, e àqueles a quem os retiverdes serão retidos»
Jo 20, 22-23


Porque a nova vida da graça, recebida no Baptismo, não suprimiu a fragilidade da natureza humana nem a inclinação para o pecado, Cristo instituiu o sacramento da Reconciliação para a conversão dos baptizados que pelo pecado se afastaram d’Ele.
Nós, como cristãos que somos, procuramos viver de acordo com os ensinamentos ditados pela Palavra de Deus; no entanto, sendo também homens, não estamos livres de nos afastar, por vezes, do caminho certo, e de consumar certos pecados.
A Reconciliação é o sacramento da absolvição dos pecados, precedida de um profundo arrependimento. O cristão pecador confessa os seus pecados ao Padre que, mantendo segredo do que ouviu, actua em nome de Deus e perdoa a pessoa arrependida dos seus actos.
Este sacramento não deve ser encarado apenas sob uma perspectiva de absolvição; em vez disso, deve-se enfatizar a ideia de arrependimento, e procura do caminho certo. Se uma pessoa se arrepender verdadeiramente, daí para a frente tudo fará para não voltar a pecar, e para se manter no caminho que Deus nos ensinou.

A Reconciliação é, em suma, uma purificação do espírito conspurcado pelos actos reprováveis, a que chamados pecados. É, no fundo, a passagem de uma fase da nossa vida para outra fase mais brilhante, próxima do caminho de Deus. No entanto, as nossas acções não devem depender da administração deste Sacramento; devemos, logo à partida, agir de acordo com o que está certo... de acordo com a Palavra de Deus.

2 comentários:

Inês Neves disse...

É tão difícil para nós perdoar o outro..e para Jesus basta o nosso arrependimento..
Este é um dos pensamentos que me faz aproximar dele: a sua compreensão, misericórdia.
Ao seguir o seu exemplo estaremos mais perto Dele e, por consequência, mais felizes e em paz.

«perdoai-nos Senhor, assim como nós perdoamos a quem nos tenha ofendido»

Beijinho Filipe*
Rápidas melhoras e força*

F.C. disse...

Bem pensado...